babels logo
| | | |
Agenda
+ Babels meetings

Event-related
+ European SF
+ World Social Forum
+ FAME 2012 Alternative World Water Forum
+ Babels Intl. Meeting
+ Archives

Localised
+ Egypt
+ Nederland
+ Argentina
+ Brasil
+ Colombia
+ France
+ Italia
+ México
+ Perú
+ Uruguay
+ Tunisie

Long-term
+ Interpretation equipment
+ SitPrep didactic DVDs
+ Transtrad
+ Lexicons

Participate with Babels!
+ Deutsch
+ English
+ Español
+ Français
+ Italiano
+ Português
+ ελληνικά
+ Pусский
+ Română
+ Hrvatski
+ Magyar
+ Nederlands
+ Polski
+ Català
+ Latviešu


 Página inicial do sítio > Participate with Babels! > Português

[ de el en es fr hr hu it nl pl pt ro ]

Protocolos Babels

(Data: 29 de Setembro de 2005)

Esse documento explica como a Babels procede em termos de comunicação interna e externa. O objetivo é aumentar a transparência e a responsabilidade, para evitar controvérsias infrutíferas via email e para incluir mais pessoas em cada projeto em que a Babels trabalha.

Por favor, notem: organizar os projetos Babels requer tempo livre, dedicação, acesso à internet e fluência em pelo menos dois idiomas. Participe, se puder, mas esteja avisado/a: é muito trabalho!

Se você quiser apenas ser voluntário/a como intérprete ou tradutor/a, por favor cadastre-se na base de dados da Babels e espere até ser contatado por email.

Ferramentas:
A Babels tem listas de discussão interna, um banco de dados central no qual todos os voluntários estão registrados e ferramentas de comunicação online, como o fórum, o chat e um “lousa virtual”, as páginas wiki. Veja abaixo mais informações sobre como essas ferramentas são utilizadas para organizar projetos.

Protocolos:
A Babels obedece uma série de protocolos para garantir máxima transparência, eficiência, responsabilidade e respeito pela privacidade das pessoas.


- Protocolo de Comunicação
- Usando o Banco de Dados da Babels: Protocolo
- Protocolo das Listas de Discussão Interna da Babels


Protocolo de Comunicação

Esse documento explica como a Babels procede em termos de comunicação interna e externa. O objetivo é aumentar a transparência e a responsabilidade, para evitar controvérsias infrutíferas via email e para incluir mais pessoas em cada projeto em que a Babels trabalha.

Introdução: Transparência e confiança como base para a comunicação

Em todo e qualquer estágio do protocolo, regras básicas de transparência são observadas o tempo todo:
- todo/a coordenador/a de projeto é instado/a a comunicar qualquer informação relevante a seus/suas companheiros/as coordenadores/as sobre o que ele/ela está fazendo, a intervalos regulares. Isso garante a transparência e ajuda a ter um processo de tomada de decisão coletivo.
- cada equipe de coordenadores/as de um projeto é instada a remeter, regularmente, relatórios de progresso para a comunidade Babels em geral (veja estágio 7). Decisões políticas devem ser detalhadas e explicadas e o progresso deve ser claramente documentado: mesmo tendo um grande grau de autonomia, cada projeto deve prestar contas ao resto da rede.

Estágio 1: EMAIL: A participação da Babels é solicitada

O endereço info(@)babels.org (ou qualquer outro endereço da Babels) recebe uma requisição para participação da Babels num novo projeto. Se necessário, quem quer que receba este primeiro contato requer mais informações para poder informar outros babelit@s sobre o que é o projeto, sem entrar em detalhes burocráticos. Aqui está uma lista incompleta do que pode ser útil saber (a lista é apenas um exemplo, é inútil entrar em mais detalhes nesse estágio; o objetivo é só ter uma idéia geral do projeto):

- número de participantes; número de intérpretes/tradutores necessários; idiomas requeridos...
- quando e onde acontecerá o evento?...
- por que pediram ajuda à Babels? como propuseram a participação da Babels? qual é o orçamento e quem é responsável?...

Estágio 2: LISTAS DE DISCUSSÃO: Uma rápida consulta e propostas iniciais são feitas por email

O pessoal da lista Info(@)babels.org (ou de qualquer outra lista Babels) encaminha toda essa informação para a lista de discussão geral babels(@)babels.org. Esta lista de discussão reúne todas as pessoas que já ajudaram ou desejam ajudar a organizar os projetos Babels.

A babels(@)babels.org é aberta a qualquer pessoa que deseje participar. Todas as mensagens desta e de todas as outras listas Babels estão arquivadas online, de forma que qualquer membro novo pode acompanhar o que foi discutido até sua inscrição. Lembrete: a lista babels@babels.org é apenas para aqueles que desejam organizar projetos.

Quem quer que envie a informação a essa lista é aconselhado/a a incluir uma primeira avaliação sobre o projeto: se considera que o projeto é interessante para a Babels, ou se acham que é um projeto que nãodeve ser organizado pela Babels mas que pode ser interessante para pessoas da Babels. Essa primeira avaliação pode ser bem curta, mas é útil para o pontapé inicial na discussão do projeto.

Se for um projeto que pode ser interessante para a Babels, qualquer um é livre para debater o projeto, usando a lista de discussão para pesar os prós e os contras da participação da Babels, desde que cada email proponha uma crítica construtiva, ou propostas concretas.

Se for considerado que o projeto não é para a Babels, mas que pode interessar a alguém da Babels, quem pensar assim deve dar suas razões através da lista de discussão. Qualquer um é livre para sugerir se o projeto vale uma segunda avaliação. Se depois de dois dias ninguém demonstrar interesse, o projeto será colocado no fórum com uma nota reproduzindo as razões para sua “rejeição” enquanto um projeto Babels. Neste caso, não há mais discussão na lista: se alguém estiver interessado no projeto, deverá usar as informações do fórum para contatar os organizadores do projeto em caráter pessoal – ou seja, este não será um “projeto Babels”.

Se o projeto é apoiado por alguns na lista de discussão, porém ardentemente contestado por outros, ou um consenso é alcançado e alguns recebem permissão de outros para seguir com o projeto, ou nenhum consenso é atingido, nesse caso o debate deverá continuar no fórum. Uma vez que a proposta do projeto esteja no fórum, as pessoas estão livres para entrar em contato com os organizadores e oferecer sua ajuda em caráter pessoal, sem que este seja um “projeto Babels”.

Dependendo da natureza do projeto, o tempo disponibilizado para discutir a participação da Babels não deverá exceder duas semanas. Após esse período, uma resposta oficial deverá ser enviada aos criadores do projeto por quem quer que tenha proposto primeiro o projeto à Babels. A resposta deverá dizer, em essência: “Sim, a Babels vai participar” ou “Não, a Babels não vai participar, mas toda a informação sobre seu evento está no fórum para que voluntários o contatem diretamente, caso se interessem em participar em caráter pessoal , e não como Babels".

Se, após duas semanas, ninguém tiver respondido na lista de discussão com uma nova proposta de projeto, a proposta será considerada como tendo sido “aceita”. Uma última mensagem deve ser enviada à lista para lembrar a todos que um novo projeto esteve em discussão e que, se não houver opinião contrária , a proposta será considerada aprovada 48 horas depois que esse último email tiver sido enviado.

Estágio 3: WIKI e CHAT: uma descrição do projeto e um apelo a voluntários são elaborados

Se o projeto tiver sido aprovado pela lista de discussão babels(@)babels.org (em outras palavras, se ninguém tiver dado razões claras para se opor a participação da Babels), então quem quer que tenha dito estar interessado no projeto pode começar a trabalhar nele. Para isso, uma descrição do projeto deve ser elaborada por meio do wiki, com toda informação necessária (tanto logística quanto política: explicando como, quem, etc., mas também porque...), bem como um apelo a voluntários. O wiki é uma ferramenta de colaboração que facilita o esboço de documentos coletivos.

Ao final do processo, deverá haver um documento apresentando o projeto a todos. Este documento será publicado no site da Babels. Deverá também haver um documento para fazer um apelo a voluntários (com critérios precisos, sempre que possível). Obviamente, os dois documentos deverão fundir-se num único.

Se o projeto parecer interessante, mas ninguém se apresentar para trabalhar como coordenador/a, então é aconselhável colocar toda a informação no fórum para que todos vejam, explicando que o projeto precisa de coordenadores. Se a comunidade da lista babels(@)babels.org não tiver objeções, uma mensagem pode ser enviada para todos os inscritos no banco de dados da Babels, em busca de novos coordenadores para o projeto.

Baixe um guia de usuário para usar o Babels wiki:

PDF - 249.4 kb
Wiki Userguide (EN)

O chat da Babels também pode ser usado por coordenadores para discutir o projeto.

Estágio 4: WEBSITE: o projeto é publicado no site

Estes documentos são então colocados no site oficial da Babels, para que todos vejam. Já que esses documentos servem não apenas como informação mas também como arquivos do que a Babels tem feito, é importante que eles estejam disponíveis em vários idiomas.

Se necessário, um novo endereço de contato é criado, para o qual as pessoas escreverão se quiserem mais informações sobre o projeto. Os coordenadores do projeto estarão encarregados de responder emails enviados a esse endereço de contato.

Baixe um guia de usuário para administradores do site Babels:

PDF - 247.5 kb
Website Userguide (EN)

Estágio 5: BANCO DE DADOS: o projeto é colocado no banco de dados e uma mensagem é enviada aos voluntários, pedindo a eles que subscrevam o projeto

Uma nova lista, especial para este projeto, é incluída no banco de dados da Babels. O apelo a voluntários (previamente esboçado no wiki e então copiado para o site) é enviado aos babelit@s que, ao se registrarem, assinalaram o quadrinho “Info” (esses babelit@s são aqueles que estão interessados em novos projetos). O apelo pode conter diversos critérios, dependendo das necessidades do projeto. Por exemplo, se o projeto concerne a Itália, o apelo pode ser enviado apenas para aqueles que vivem na Itália. Voluntários que recebem o email podem então subscrever o novo projeto se estiverem interessados.

Quem estiver na coordenação Babels do projeto vai trabalhar, a partir daí, com os voluntários que se subscreverem à lista do projeto. Isto garante respeito a privacidade das pessoas: os coordenadores/a do projeto não poderão contatar pessoalmente pessoas que não tiverem demonstrado interesse no projeto. E o único jeito de demonstrar interesse no projeto, uma vez recebido o apelo a voluntários por email, é assinalar o projeto (isto é, incluir-se num banco de dados específico para o projeto) na página individual de registro de cada um (ou escrevendo para o email de contato).

Veja Usando o Protocolo do Banco de Dados para entender detalhadamente como o banco de dados deve ser usado pelos/as coordenadores/as do projeto.

Estágio 6: FÓRUM: o projeto continua sendo discutido no fórum

Um novo tópico é criado no fórum para todos aqueles que desejarem discutir qualquer aspecto do projeto, compartilhar informação, etc.

Se o projeto tiver sido rejeitado ou disputado em estágios iniciais, então os argumentos são reproduzidos no fórum para todos verem e para todos tirarem suas próprias conclusões. Neste estágio, se nenhum consenso houver sido alcançado a respeito da participação oficial da Babels no projeto, qualquer um está livre para contatar os organizadores do projeto ou outras pessoas interessadas nele, para oferecer ajuda em caráter pessoal, não como Babels. O fórum é um espaço aberto para discussão e tomada de decisão pessoal: se alguém deseja participar de um projeto ao qual algumas pessoas da Babels têm objeções, ela/ele está livre para fazê-lo, desde que participando em caráter privado (pessoal), não como Babels.

Estágio 7: WEBSITE e BABELOG: relatórios são esboçados e publicados online

Se o projeto for adiante como um projeto Babels, é essencial que um relatório (ou vários relatórios) sejam adicionados ao site depois que o projeto tiver sido concluído, para documentar a implementação dele e as lições aprendidas. Utilizam-se o wiki e o fórum para elaborar relatórios em vários idiomas e o produto final é publicado no site para que todos vejam. Se novos projetos surgirem desse que acabou de terminar, então todo um novo processo de consulta deve ser iniciado. Isto garante que todos sejam informados da existência de novos projetos.

Mais relatórios personalizados (e muitas fotos) também podem ser colocados no baBeLOG.


Usando o Banco de Dados Babels: protocolo

Este protocolo aumenta a transparência e a responsabilidade dos coordenadores de projeto Babels no uso de informação privada de terceiros. Este protocolo também aumenta o pool de voluntários disponíveis para projetos pequenos, sempre mantendo o processo de registro claro e simples para todos.

Resumo do Protocolo:

  1. surge um novo projeto. Veja o Protocolo de Comunicação para detalhes.
  2. a Babels-Tech cria uma nova lista orientada ao projeto e um novo admin orientado ao projeto. O projeto deve ter prazos (se aplicável), para que saibamos quando não for mais necessário recrutar novos voluntários. Por exemplo, se um fórum termina a 31 de março, o projeto deve terminar em 31 de março, e a lista será retirada da página de registro nessa data (isto não significa que a lista é deletada). O projeto deve também ser claramente descrito.
  3. o admin de propósito-geral envia uma mensagem a voluntários usando o banco de dados da lista de propósito geral (’Info”) para explicar que um novo projeto foi criado, e que voluntários devem subscrever-se o novo projeto caso estejam interessados.
  4. o projeto é organizado pelo admin orientado ao projeto com a lista orientada ao projeto. Esta lista é usada para contatar os voluntários que escolheram se subscrever para a nova lista/projeto. O admin orientado ao projeto pode olhar os arquivos de voluntários detalhadamente.
  5. uma vez que o projeto esteja concluído, a lista é removida da página de registro, e o admin relacionado ao projeto é deletado pouco depois disso. Se o projeto toma uma nova forma, então um novo projeto deve ser criado, para permitir que mais/outras pessoas se apresentem como voluntários – e o protocolo tem de ser aplicado novamente.

Baixe um guia de usuário para usar o banco de dados:

PDF - 203.9 kb
Database Userguide (EN)

O protocolo completo está disponível em wiki.


Protocolo das Listas de Discussão Interna da Babels

Este documento delineia o modo como a Babels trabalha em termos de comunicação interna. O objetivo é aumentar a transparência e o acesso à informação, sempre protegendo dados pessoais de observadores inescrupulosos. Este documento não é um guia de usuário.

ATENÇÃO: este protocolo é apenas para pessoas desejando participar na organização de eventos. Se você quer apenas intérprete e/ou tradutor/a voluntário/a, por favor NÃO assine nenhuma destas listas. Ao contrário, por favor vá ao Babels database. As listas de discussão interna são apenas para aqueles que desejam organizar, freqüentemente com meses de antecedência, um projeto Babels.

Introdução

A Babels usa listas de discussão para preparar eventos. Nós vamos nos referir a cada lista apenas por seu nome, não pelo endereço todo (por exemplo: a lista babels-de refere-se a babels-de @ babels.org, o que é o mesmo que babels-de @ lists.babels.org). Há vários tipos de listas usadas pela Babels:

listas públicas de contato
Exemplo: babels-ar, babels-el, babels-fr, fsesf, info, transtrad, voc...
Estas listas correspondem aos “emails de contato” aos quais voluntários podem escrever caso tenham perguntas, ou aos endereços que devem ser contatados em resposta a um apelo. Na verdade, estes “emails de contato” não são emails e sim listas. Normalmente, estas listas não são para discussão. Entretanto, se um grupo de trabalho deseja usar estas listas como uma lista de discussão, além da função de lista de “contato”, isso também pode ser feito.

listas de projetos fechados
Exemplo: babels, esf06, caracas06...
Estas listas são usadas por coordenadores de projeto para discutir assuntos relacionados a seus projetos sem interferência externa (spam). Estas são listas de discussão. Apenas inscritos podem enviar mensagens para a lista.

listas que recebem emails de outras listas
Exemplo: esf-listas, ic-listas, fsmed-listas...
Estas listas são usadas para receber emails de fora, não-Babels, mailing lists. Servem como um “repositório” para emails enviados por outras listas de email oficiais. Estas não são listas de discussão. Por definição, os inscritos nessas listas não têm permissão para enviar mensagens às listas.

Protocolo

Criação e fim de uma lista
Uma lista é criada de acordo com as necessidades de um projeto Babels. Cada projeto pode ter várias listas, se necessário. Todas as listas são criadas pela Babels-Tech. Por favor, escreva para babels-tech @ babels.org com seu pedido, uma descrição do propósito da lista e qualquer outra informação relevante. A criação da lista depende de aprovação do projeto; veja Protocolo de Comunicação.
Uma vez que um projeto é concluído, a lista deve ser deletada. Por favor contate a Babels-Tech para ajudá-lo/a com isto.

Administração e moderação de uma lista
Cada projeto é responsável pelo gerenciamento e moderação de sua(s) lista(s). Coordenadores de projeto podem delegar essa ingrata função de administração e/ou moderação da lista para uma ou mais pessoas. A administração e/ou moderação da lista consiste em verificar e mudar a configuração da lista, inscrição/desinscrição de emails, bem como filtrar emails enviados a lista (usualmente spam que deve ser descartado, algumas vezes emails legítimos que dependem de aprovação por uma razão ou outra).
Se moderadores ou administradores de lista comportam-se de maneira inadequada, por favor reporte o fato à Babels-Tech imediatamente. Se moderadores ou administradores da lista parecem ter abandonado seus postos, por favor reporte isto à Babels-Tech para que a administração possa ser delegada a uma nova pessoa.

Enviando um chamado por voluntários
Quando um projeto está pronto para enviar o apelo a voluntários, é importante verificar se o campo “responder para” contém o endereço da lista pública daquele projeto. De outra forma todas as respostas irão para a Babels-Tech, o que inunda esta já carregada lista e implica que respostas poderão ser perdidas – a Babels-Tech pode apenas encaminhar as respostas, mas nem sempre está esclarecido para quem elas devem ser encaminhadas e algumas podem escorregar por entre as brechas. Além disso, essa é uma tarefa ingrata, tediosa e desnecessária, que desperdiça muito tempo. Por favor, preste atenção nisso.

Problemas de Privacidade

Listas podem e devem ser protegidas.

Acesso à lista de inscritos (também conhecida como roster)
Por default, o roster é acessível apenas aos inscritos. Com isso, evita-se que os emails dos inscritos sejam “roubados” por spambots. Em casos raros, tais como listas recebendo emails de outras listas, o roster não é acessível a ninguém: é inútil ver quem está em tais listas, posto que são apenas listas de leitura.

Acesso aos arquivos
Por definição, arquivos são privados. Com isso, impede-se que ferramentas de busca como Google ou Yahoo possam recolher dados sensíveis contidos nos emails.
Exemplo: a babels-ww envia um apelo a voluntários para o Fórum Social em WW. Voluntários respondem ao apelo com seus nomes, telefones, endereços. Se os arquivos são públicos, toda essa informação estará publicamente acessível a qualquer ferramenta de busca.

Subscrição à lista geral “Babels”

A lista “Babels” é aberta para todas as pessoas envolvidas com a Babels e que desejam dedicar mais tempo para ajudar e organizar projetos Babels. Esta é a única lista usada para trocar informação internacionalmente durante o ano todo. Ela pode ser muito ativa e, para entender os tópicos em discussão na lista, são normalmente necessárias algumas semanas de treinamento! É a lista de discussão central da Babels. Se você se inscreveu em outras listas de discussão interna, é altamente recomendável que se inscreva também nesta.

Todas as listas de discussão interna da Babels para coordenadores de projetos podem ser encontradas aqui: http://listserv.babels.org/sympa/in....

 
Versão para imprimir Versão para imprimir

Na mesma rubrica

logo_spip firefox css xhtml | Área privada problemes | Mapa do sítio | top