babels logo
| | | |
Agenda
+ Babels meetings

Event-related
+ European SF
+ World Social Forum
+ FAME 2012 Alternative World Water Forum
+ Babels Intl. Meeting
+ Archives

Localised
+ Egypt
+ Nederland
+ Argentina
+ Brasil
+ Colombia
+ France
+ Italia
+ México
+ Perú
+ Uruguay
+ Tunisie

Long-term
+ Interpretation equipment
+ SitPrep didactic DVDs
+ Transtrad
+ Lexicons

Participate with Babels!
+ Deutsch
+ English
+ Español
+ Français
+ Italiano
+ Português
+ ελληνικά
+ Pусский
+ Română
+ Hrvatski
+ Magyar
+ Nederlands
+ Polski
+ Català
+ Latviešu


 Página inicial do sítio > Event-related > European SF > FSE-ESF 2006

[ bg ca cs de el en es fr it mk pl pt ro ru ]

Relatório de Istambul, APE, 22 /25 de setembro 2005

(Data: 9 de Outubro de 2005)

Alexis, Ali, Bruno, Dora, Eugenie, Grégoire, Irma, Laurent, Maria, Marta, Nur, Panayotis, Spyros e Yaman participaram da elaboração deste relatório

- Relatório conjunto de ALIS e Babels.

O conteúdo deste relatório é o resultado de várias reuniões formais e informais mantidas com diversas delegações regionais, grupos e redes, diversos grupos de trabalho da Assembléia Preparatória Européia (APE) e com a própria APE, bem como de inúmeras reuniões realizadas em nosso grupo.

O objetivo do relatório é focalizar novas perspectivas para o Fórum Social Europeu (FSE). Ele engloba as sugestões que deverão ser discutidas com toda a rede e as decisões tomadas pela APE. As informações abaixo podem confirmar ou alterar a estrutura anterior do projeto.

O relatório está dividido em partes:
1- Logística e Informações Práticas
2- Idiomas e Organização de Cabines
3- Mobilização e Sensibilização
4- Seleção e Qualidade
5- A próxima APE
6- Relatório dos voluntários da Babels na Grécia

Se desejar fazer críticas, comentários ou acrescentar informações, use o nosso
Fórum.


1- Logística e Informações Práticas

a) Datas

O próximo FSE será realizado de 6 a 9 de abril de 2006 (decisão da APE em Istambul).

b) Participantes

A previsão para o FSE2006 é de 50.000 participantes.

c) Local de realização do FSE

Ainda há discussões sobre a escolha entre dois locais: o antigo aeroporto, localizado no sudoeste de Atenas, e que dispõe de bom serviço de transporte público, ou a Universidade, localizada no centro da cidade. Nós recomendamos ao comitê organizador que a escolha seja realizada com urgência, para que os diversos grupos envolvidos no projeto possam trabalhar concretamente. Insistimos que a melhor opção é o antigo aeroporto, pelos seguintes motivos:
- A universidade é um local pequeno e por isso seria necessário montar várias tendas, ou seja, muitas conferências seriam realizadas em estruturas provisórias. Nossa experiência mostra que o uso de tendas como salas de conferência torna muito difícil ouvir os conferencistas e impede que o trabalho seja realizado em condições ideais.
- Pelo fato de ter sido um aeroporto, é possível que haja menos interferências na transmissão FM no local, o que tornaria mais fácil a operação dos equipamentos ALIS.

A decisão será tomada pelo comitê organizador no próximo mês.

d) Acomodação

A acomodação dos voluntários Babels será providenciada pelo comitê organizador. Caso o local escolhido seja o aeroporto, poderão ser feitos acordos de colaboração nas cidades próximas. A acomodação será feita em forma de hospedagem solidária (acomodação em residências) o mais próximo possível do local de realização do FSE. É possível que haja outros locais de hospedagem disponíveis nas proximidades.

e) Cabines .

As cabines serão montadas pelo projeto ALIS. Serão instaladas 150 cabines no local de realização do FSE e outras 50 estarão disponíveis para utilização no caso de problemas técnicos durante o Fórum. Todas as cabines serão fechadas . Cada cabine no FSE06 será equipada com:
- 2 cadeiras e uma mesa
- 2 fones de ouvido
- 2 microfones
- 1 console com dois conjuntos de sintonização independentes
- 1 emissor FM
Espaços entre cabines deverão existir independentemente da transmissão FM. Nós enfatizamos a importância da qualidade dos fones de ouvido.
O resultado dos testes realizados pelos intérpretes presentes em Istambul foi positivo, embora se tenha constatado que o som dos fones de ouvido deveria ser mais alto e que um controle de volume deveria ser incluído na caixa de controle. A qualidade de recepção nas condições de Istambul e com o único equipamento apresentado em Istambul ainda precisa ser cuidadosamente verificada pois as pessoas deverão ouvir traduções durante o dia inteiro.

A Babels deverá encaminhar à ALIS até o dia 15 de outubro um documento contendo as especificações para as cabines (materiais a serem utilizados, medidas, etc.) e determinando a localização das cabines nas diversas salas de conferência.

f) Viagens

A organização das viagens de ida e volta dos voluntários Babels para o local do FSE em Atenas será realizada pelo comitê organizador. Duas possibilidades ainda estão sendo discutidas: bilhetes pré-pagos (bilhetes eletrônicos ou similares) ou reembolso do valor pago pelos voluntários no momento de sua chegada a Atenas. Devido ao grande número de pessoas originárias de regiões onde os recursos disponíveis não são suficientes para o pagamento de viagens deste tipo (tais como Europa Central e do Leste, Bálcãs e Turquia, entre outras), nós recomendamos que a opção pelos bilhetes pré-pagos deve ser favorecida, mesmo que se use reembolso em casos específicos.

e) Condições de trabalho

Foi mais uma vez enfatizada a importância das condições de trabalho, pois voluntários e outros trabalhadores não são escravos. Se todos entenderem que um fórum social, por inúmeras razões, é um momento totalmente excepcional, nós devemos assumir seriamente a responsabilidade e ser bem transparentes com relação às condições de trabalho. Foi proposto que o assunto comece a ser discutido no mês de dezembro com todas as pessoas que desejam ser voluntárias, pois naquele mês haverá informações mais concretas do comitê organizador grego. Assim, no máximo em janeiro, poderemos publicar um documento que deverá ser lido por todos antes que tomem a decisão de ser voluntários no projeto do FSE06.

2- Idiomas e Organização de Cabines

a) Idiomas da Europa Central, da Europa do Leste e dos Bálcãs

A APE concordou com a proposta feita pelo grupo de trabalho pela expansão do FSE para que seja colocada uma cabine destinada aos idiomas da Europa central, da Europa do Leste e dos Bálcãs em todas as salas onde houver interpretação.

Essa solução foi encontrada após numerosas discussões com as delegações da Rússia, da Hungria e da Romênia, antes da reunião do grupo de trabalho pela expansão e da proposta da APE, o que demonstra claramente o compromisso do FSE com a região. A proposta foi considerada por todos como sendo muita progressista por incluir os movimentos, grupos, organizações e indivíduos daquela região a fim de que possam começar a se preparar para o FSE. Esta decisão tem conseqüências de peso no conjunto do projeto, incluindo, é claro, equipamento e organização do trabalho de interpretação.

O seguinte processo, dividido em quatro tópicos, foi definido com as delegações regionais participantes da discussão:

- A partir de agora e até a primeira semana de outubro: localizar pelo menos um contato por cada idioma que resida no(s) respectivo(s) país(es) e que seja vinculado ao comitê de mobilização ou, caso exista, ao fórum social regional e suas organizações.
- De outubro a dezembro: mobilizar e sensibilizar através dos meios de comunicação dos diversos comitês de organização e de mobilização, e também do fórum social regional, se existente; fazer contatos com organizações de intérpretes profissionais e escolas de intérpretes ou de línguas. Uma avaliação da mobilização será apresentada na próxima reunião do grupo de trabalho para a expansão do fórum mundial, durante a próxima APE, para que as diversas delegações possam negociar cotas para os diversos idiomas.
- De dezembro a fevereiro: seleção e organização das viagens.
- De dezembro a março: definir os idiomas para cada evento. Nós recomendamos que o processo esteja em andamento durante a elaboração do programa e que uma reunião seja realizada para finalizar o assunto antes da impressão do programa do FSE.

b) Idiomas turco e curdo

Foi acordado na discussão que a questão da necessidade da presença do idioma curdo será negociada pelos voluntários Babels envolvidos e o Fórum Social Turco, que inclui organizações curdas e também os curdos de outras organizações. Dependendo do real número de cabines do idioma turco no FSE nós sugerimos que as cabines do idioma curdo, se necessárias, sejam incluídas na cota do idioma turco, para não reduzir ainda mais o número de cabines de outros idiomas tais como espanhol, alemão, italiano e francês.

c) Número de cabines em cada sala .

Dificuldades:
- Três idiomas serão interpretados em cada sala: grego, inglês e um dos idiomas da Europa central ou do leste e dos Bálcãs e talvez o turco, correspondendo a algo em torno de 33 a 50% das salas, dependendo do número de palestrantes da delegação turca.
- Número de palestrantes que serão interpretados por dia: cerca de 600.
- Porcentual de alterações de última hora no programa oficial (mudança de palestrante, cancelamento de palestrantes, mudança dos idiomas declarados): mínimo de 25% se comparado com fóruns anteriores de igual dimensão (com o mínimo de 40 a 50 salas com interpretação simultânea, como planejado inicialmente, correspondendo a cerca de 50% das salas de conferência disponíveis, se o local for o antigo aeroporto);
- Possibilidade de que a conclusão do programa oficial ocorra uma semana antes ou menos da data de realização do FSE (em cima da hora do prazo final para a impressão do programa).

Após várias tentativas, uma sugestão foi apresentada, incluindo:
- Não vincular o idioma da audiência ao idioma dos palestrantes, o que significaria que o número de cabines seria equivalente ao número de idiomas para o público, permitindo assim aos palestrantes falar um número maior de idiomas do que o planejado para aquele evento. Para que isto seja possível, é claro, será necessário que ao menos um dos intérpretes da equipe da sala tenha o idioma de “relay” como passivo. Nós insistiremos sobre a necessidade de saber com bastante antecedência o idioma que será falado pelo palestrante. Solicitar sua palestra por escrito, se existir, ou no mínimo um resumo de sua palestra. Por esse motivo, nós participamos da elaboração do formulário eletrônico que será utilizado para a inscrição nos eventos do FSE.
- Não reduzir a proporção entre sala com interpretação e sala sem interpretação para evitar tensão excessiva causada pela necessidade de interpretação fora das salas.
- Não exagerar no número de canais necessários na área do FSE o que acarretaria volume indesejado de possíveis interferências e preparações complicadas.

A sugestão é a seguinte: a sala com interpretação incluiria cinco cabines, correspondendo a cinco idiomas do público. Assim sendo, a interpretação estaria disponível em 30 salas, totalizando 150 cabines. Além disso, e para que a proporção entre salas com interpretação e salas sem interpretação permaneça entre 33 e 50%, foi analisada a possibilidade de que dentre as salas pequenas (50-60 pessoas ou menos), dez sejam equipadas com uma cabine (um canal) para dois idiomas pois, dependendo do idioma falado, algumas pessoas podem usar ou não os receptores FM. Se esta última solução for exeqüível, somente 40 cabines extras seriam necessárias. Evidentemente, nós insistimos sobre o fato de que toda decisão sobre cabines tem um grande impacto no número de intérpretes e deverá, portanto, ser objeto de planejamento feito com cuidado e com bastante antecedência.

d) Gravação.

A gravação das conferências interpretadas em todos os idiomas faz parte do projeto ALIS. Além disso, o Fórum Social da Alemanha está tentando, com a ajuda do projeto ALIS, montar um projeto para poder organizar eventos durante a semana do fórum, graças ao material (vídeo e áudio) colocado à disposição na Internet. Além disso, o projeto internacional de Memória do FSE deverá ter condições de financiar parte do projeto ALIS, caso ele possa apresentar uma solução primeiro para o arquivo e o índice de som do material do Projeto de Memória do FSE2003, que ainda está disponível e intacto. É claro que o sistema usado para isso deverá ser usado também para o FSE06.

Alguns integrantes da Babels insistiram sobre a importância de discutir este assunto novamente com todos os voluntários para encontrar uma solução viável. Naturalmente, todo o material será anônimo e acessível a todos mediante uma Creative Common License (copyleft em vez de copyright.

3- Mobilização e Sensibilização

Uma mobilização já está ocorrendo na Grécia mas precisa ser acompanhada nos próximos meses.

No dia 15 de outubro será realizada uma reunião na Romênia com o Fórum Social Romeno, com a participação do comitê de organização grego, incluindo Babels e ALIS, que são membros dele.

Para a Turquia, será examinado um acordo com o Fórum Social Turco para publicar, através de seus meios de comunicação e com a ajuda dos meios de comunicação das organizações membros, uma convocação de voluntários redigida e já circulando na Grécia pelos mesmos meios. Serão estabelecidos contatos com organizações de intérpretes e com escolas de intérpretes para buscar mais participantes.

Para a Rússia, provavelmente ocorra o mesmo que para os turcos, conforme discussão mantida com os russos na APE. As mobilizações na Ucrânia, Bielorussia, Rússia e países bálticos são coordenadas em conjunto, permitindo uma mobilização especial de intérpretes para que recebam ajuda de organizações de sua região.

Para a Hungria, já foram feitos contatos nas mesmas condições. O próximo APE deverá ser a oportunidade, especialmente para esse idioma, de se envolver na elaboração global do projeto.

4- Seleção e Qualidade

SitPrep.
- O sistema de distribuição está crescendo um pouco mais com um novos pontos de distribuição física na Rússia, na Turquia e na Grécia.
- Os princípios do Sitprep foram detalhados durante reuniões específicas para apresentar experiências passadas.

Seleção
- Foi observado que. para outras cabines, além das mencionadas anteriormente, especialmente para cabines de italiano, a mobilização coincidirá com o período de seleção, já que para o idioma italiano, e talvez para os idiomas francês, alemão e espanhol, o número de voluntários já inscritos é superior ao necessário.
- Ocorreu uma discussão entre pessoas da França e da Turquia trabalhando na cabine do idioma francês. Ficou decidido que a prioridade será dada para voluntários da Turquia ou de outros países próximos à Grécia, antes da Suíça, Bélgica e França. Dependendo dos fundos disponíveis, procuraremos tornar possível a participação de intérpretes do Senegal e do Mali nas cabines de francês. Eles já estão começando a se mobilizar para o Fórum Mundial policêntrico de 2006 em Bamako (Janeiro 2006). (Houve uma reunião especial com o representante do Fórum Social Africano que participou da APE, para tratar do assunto e também do possível envolvimento complementar da ALIS e da Babels. Uma reunião de preparação do WSF06 em Mali ocorrerá em Bamako no final de setembro).

Qualidade e emissão de certificados
Foi sugerido que não seja emitido nenhum certificado pela participação no FSE06 em Atenas. O comitê grego de organização poderia, se necessário, emitir um convite formal aos voluntários e também certificados de participação no FSE. Qualquer outro tipo de certificado deveria ser evitado, para não estimular indiretamente falhas profissionais ou permitir o crescimento do “mercado negro” de intérpretes graças ao certificado de participação como intérprete Babels durante o FSE. No entanto, escolas de intérpretes podem trabalhar mediante um acordo especial com o comitê de organização grego, se necessário.
Em particular, Nur propôs elaborar nas próximas semanas, com alguns outros intérpretes profissionais, um documento sucinto para mostrar porque cabines mistas, ou seja, com a participação de profissionais e não-profissionais, são importantes para todos nós, mas também que elas não podem prejudicar a qualidade da interpretação nem contrariar a ética profissional.

5- Próximo APE

A próximo APE será realizada em Viena, de 5 a 8 de janeiro.

Os idiomas para a próxima APE foram selecionados depois do debate entre as organizações da Áustria, da Grécia, da Hungria e da Romênia: DE, EL, EN, FR, HU, RO. O equipamento ALIS será usado para todas os idiomas na sala principal (a sala da APE, a única com possibilidade de interpretação).

O processo para o trabalho nesses idiomas é o seguinte:

1- A ALIS deve assegurar a execução do trabalho.
2- As organizações austríacas coordenando essa APE devem verificar se há fundos disponíveis para seis intérpretes (cabines de EL, HU, RO) e para todos os voluntários da ALIS que acompanharão o equipamento.
3-O Fórum Social da Áustria organizará em breve uma reunião com intérpretes voluntários em Viena para dar início à mobilização para a próxima APE, a fim de iniciar um processo que permita a participação do maior número possível de voluntários austríacos no projeto FSE06.
4- Uma avaliação final deve ser realizada em novembro, a fim de possibilitar a publicação de um convite comunicando claramente se haverá somente o idioma HU ou se haverá HU e RO durante a APE, para que organizações húngaras (a 200 km de distância) e romenas (800 km de distância) possam comparecer em grande número.

6- Relatório dos voluntários Babels na Grécia

Como tudo mais que ocorreu nessa APE, a rede Babels deu um passo à frente.

E, finalmente, já temos uma data definitiva para o FSE: dias 6-7-8-9 de abril. Estas datas são um pouco inconvenientes para intérpretes que trabalham na UE. Mas ainda não temos a definição do local de realização embora a maioria prefira o antigo aeroporto, principalmente a Babels. Acho que em poucos dias isso estará resolvido.

a. Do ponto de vista político, uma diversidade de idiomas foi um pouco mais contemplada. Ou talvez tenha se tornado mais radical do que nunca. A Assembléia aceitou a proposta da Babels de anunciar que, a partir de Atenas, teremos em todas as salas uma cabine dedicada a um idioma da Europa do Leste e dos Bálcãs.

Levando em conta que em cada sala em Atenas haverá uma cabine do idioma grego e uma do inglês, sobram duas cabines em cada sala para os idiomas francês, alemão, italiano,espanhol, árabe etc. E, se o que o grupo de mobilização turco está dizendo for verdade (e eles trouxerem cerca de 3.000 pessoas), o idioma turco estará presente em torno de 50% nas demais cabines. Isto reduz as últimas cabines para 2,5 por sala para idiomas do Leste Europeu. Em números, isso significa 120 intérpretes gregos, 60 intérpretes turcos e 120 para as regiões leste e báltica.

b. Levando para o plano da organização. As delegações da Europa do Leste ficarão entusiasmadas e é claro que isso ajudará na sua mobilização.

No dia 15 de outubro, haverá uma reunião na Romênia com integrantes do Fórum Social Romeno. Junto com essa reunião haverá uma reunião para estabelecer a Babels da Romênia. O grupo de expansão do FSE e especialmente o grego tentarão organizar esse tipo de reunião na Macedônia, na Bulgária e possivelmente na Sérvia-Montenegro. Também estamos em contato com o grupo de mobilização na Rússia.

Para organizar melhor a expansão da Babels nós precisamos designar coordenadores para os novos idiomas, para que trabalhem mais especificamente no assunto. É claro que a maioria dos integrantes será de gregos, pois eles deverão de viajar na região.

Com relação a propaganda em geral, a Babels-E1 vai distribuir um cartaz, prospectos e o logotipo da Babels em diferentes idiomas, para que possamos ter uma campanha pan-européia sobre a Babels e melhor disseminar o apelo a voluntários.

c. A próxima APE será realizada de 5 a 8 de janeiro, em Viena. Propomos que um dos idiomas seja o húngaro. Isso ajudará nossos amigos na Hungria a encontrar e mobilizar voluntários Babels. Viena é suficientemente próxima para organizar reuniões com Babels da região leste, desde que sejam pagas as passagens até Viena. Também o FSE de Viena testará o sistema ALIS em todas as cabines.

d. Eu preciso levantar um problema interessante que vai surgir. O idioma macedônio não existe oficialmente na Grécia! O impacto político de ter cabines no idioma macedônia será enorme.

e. Nós já temos uma rede Babels na Turquia. E o Fórum Social Turco (FST, que participou de nossa reunião) confirmou que isso ajudará a expansão da rede. Como eles estão tentando expandir para outras cidades além de Istambul, eles farão uma convocação de voluntários para a Babels e encorajarão os grupos participantes do FST a pedir o engajamento de seus membros. Na reunião da Babels no final da APE, nossos amigos turcos levantaram a questão do fornecimento de certificados a intérpretes não-profissionais pelo trabalho realizado no FSE. Foi esclarecido que o único certificado que será fornecido será aquele necessário para estudantes que faltaram às aulas.

f. Os comitês de organização grego e europeu foram de novo muito simpáticos com a Babels. Isso não é tão estranho, considerando que eu apresentei o relatório sobre os problemas práticos do grupo de trabalho europeu. (Eu devo lembrar a vocês que o FSE em Atenas contratou uma pessoa para gerir a atividade da Babels.)

Panayotis Yulis
Babels-el


Se desejar fazer críticas, comentários ou acrescentar informações, use nosso Fórum.

 
Versão para imprimir Versão para imprimir

Na mesma rubrica

Κείμενο για Babels (en) | en fr
Texte de présentation de Babels (fr) | en en
Text presenting Babels (en) | en fr
ESF Program: Sunday, May 7 (en)
ESF Program: Saturday, May 6 (en)
ESF Program: Friday, May 5 (en)
ESF Program: Thursday, May 4 (en)
ESF Program: Wednesday, May 3 (en)
Language codes for Athens ESF 2006 (en)
Rapport par Babels-el sur les langues au FSE 2006 (fr) | en
Μήνυμα των Babels προς τους διοργανωτές σεμιναρίων (el) | en es fr
Información pedida a todos l@s orador@s del FSE (es) | el en fr
Information demandée à tous les organisateurs de plénières/séminaires (fr) | el en es
Advance Information Requested to all ESF Speakers and Organisers (en) | el es fr
INFO: Viyana’daki Avrupa Sosyal Forumu Hazırlık Toplantısında (tr) | de el en es fr it ru
INFO: Европейской Подготовотельной Ассамблей в Вене (ru) | de el en es fr it tr
INFO: Assemblea Preparatoria Europea a Vienna (it) | de el en es fr ru tr
INFO : Assemblée Européenne Préparatoire à Vienne (fr) | de el en es it ru tr
INFO: Europäische Vorbereitungsversammlung in Wien (de) | el en es fr it ru tr
INFO: Asamblea Preparatoria Europea de Viena (es) | de el en fr it ru tr
INFO: Ευρωπαϊκή Προπαρασκευαστική Συνέλευση της Βιέννης (el) | de en es fr it ru tr
INFO: Vienna European Preparatory Assembly (en) | de el es fr it ru tr
EPS (Evropski preliminaren sovet) - izve{taj od Istanbul EPS, maj 22/25 septemvri 2005 (mk) | bg ca cs de el en es fr it pl pt ro ru
Европейское Подготовительное Собрание (ЕПС) – Доклад с заседания ЕПС в Стамбуле, 22-25 сентября 2005 года. (ru) | bg ca cs de el en es fr it mk pl pt ro
ΕΠΣ – Έκθεση από την ΕΠΣ της Ιστανμπούλ, 22 Μάη/ 25 Σεπτέμβρη 2005 (el) | bg ca cs de en es fr it mk pl pt ro ru
EPA - Raport de la Adunarea Europeana de Pregatire (EPA) Istanbul, 22/25 septembrie 2005 (ro) | bg ca cs de el en es fr it mk pl pt ru
EPA – Bericht aus Istanbul EPA, 22.-25. September 2005 (de) | bg ca cs el en es fr it mk pl pt ro ru
AEP (Assemblea preparatoria europea) – Rapporto dell’AEP di Istanbul, 22/25 settembre 2005 (it) | bg ca cs de el en es fr mk pl pt ro ru
AEP – Rapport de l’AEP d’Istanbul, 22 au 25 septembre 2005 (fr) | bg ca cs de el en es it mk pl pt ro ru
ЕПС (Европейска Подготвителна Среща)– Доклад от Истанбул EPA, 22 – 25 септември, 2005 година (bg) | ca cs de el en es fr it mk pl pt ro ru
Raport z Europejskiego Zgromadzenia Przygotowawczego (EPA) w Stambule, 22/25 września 2005 (pl) | bg ca cs de el en es fr it mk pt ro ru
AEP – Informe desde AEP en Estambul, del 22 al 25 de septiembre del año 2005 (es) | bg ca cs de el en fr it mk pl pt ro ru
EPS (Evropské přípravné shromáždění) - Zpráva z ESF v Istanbulu, z 22. - 25 května, září 2005 (cs) | bg ca de el en es fr it mk pl pt ro ru
AEP – Informe de l’AEP d’Istanbul del 22 al 25 de setembre de 2005. (ca) | bg cs de el en es fr it mk pl pt ro ru
EPA - Report From Istanbul EPA, 22/25 September 2005 (en) | bg ca cs de el es fr it mk pl pt ro ru
EPA - Reports from Prague EPA, May 27/29, 2005 (en)
Социальном Форуме 2006 года! (ru) | el en es fr
Participation au Forum Social Européen de 2006 ! (fr) | el en es ru
Foro Social Europeo 2006 (es) | el en fr ru
Συμμετοχή στο Ευρωπαϊκό Κοινωνικό Φόρουμ 2006 ! (el) | en es fr ru
Participation in the European Social Forum 2006 (en) | el es fr ru
logo_spip firefox css xhtml | Área privada problemes | Mapa do sítio | top